ARTISTAS / DITCH DAYS


Ditch Days nasceram do desejo de dar forma ao imaginário de Guilherme Correia, José Crespo e Luís Medeiros. É numa toalha estendida na areia de uma qualquer praia californiana, durante a exibição ao ar livre de um qualquer filme de cinema dos anos 90, que surgem as melodias dreamy e indie da banda lisboeta.

 

Entre 2016 e 2017, os Ditch Days levaram “Liquid Springs”, o lugar imaginado que dá nome ao seu álbum de estreia, a todos os pontos do país e a festivais como Festins, Gliding Barnacles ou Indie Music Fest. Em 2018, regressaram aos temas novos com “Downtown” e "Seth Rogen", dois singles compostos durante um retiro criativo na aldeia de Alvorninha, perto das Caldas da Rainha, e aperfeiçoados ao longo de uma tour europeia de dez datas durante o mês de Março.

 

A banda promete manter a linha conceptual do que tem feito até aqui, utilizando projecções de filmes e séries para alterar a envolvência dos espaços por onde passam, criando uma atmosfera sonhadora. Em paralelo, os músicos organizam as festas “It’s Always Sunny” que celebram o sol, o Verão, a cultura pop norte-americana e as sonoridades indie dos anos 90 e 2000 com a participação de várias bandas portuguesas e não só.